Dr. Aluísio Drummond: idealizador da Fundação Sorria

Aluísio Drummond, Fundação Sorria Ouro Preto

Aluísio Drummond, Fundação Sorria Ouro Preto

Aluísio Drummond, Fundação Sorria Ouro Preto

Tudo é sonho. A vida é um sonho. E o homem, ele mesmo, como escreveu o gênio, é feito da substância do sonho.
E vai o seu caminho, desde o berço, entre a memória que evanece no passado de sombras e o incerto devir de mutação e leveza.
“É tudo breve. Noites de verão e o esvoaçar de beija-flor na varanda. Mas permaneço. O espírito universal que os seres permeia, faz-me sentir que a minha consciência continua”(Dirceu Guedes).
Estamos completando 25 anos de existência. Uma instituição que nasceu despretensiosa, mas que a realidade dos fatos e a emoção de me sentir útil fizeram-me mudar os rumos e abraçar uma causa com dimensão mais abrangente.
Embora considerando a finitude da vida e os limites da condição humana, busco consolidar esse sonho, enquanto pulsarem os meus sentimentos e a minha esperança.
Nada me comove mais que a manifestação de alegria na face harmônica de uma criança. E o sorriso saudável, largo, gargalhante sentencia a aproximação com os mais elementares preceitos de uma existência com dignidade. Procurando proporcionar isto, sinto-me então recompensado pelo que recebi dos meus antepassados. Eles me legaram, pela genética e pela educação, os pilares ideológicos, humanísticos e filosóficos para perseguir sempre uma existência transformadora e deixar um legado para aqueles que virão.
“E o teatro é o meu outro sonho. É a manifestação de angústia do homem em forma de poesia e movimento. Beleza e magia que encantam e sensibilizam porque o teatro é vivo, pulsante, indignado e precisa de cúmplices e testemunhas para que a morte e vida, vida e morte aconteçam todas as noites” (Pedro Paulo Cava).
“Espero estar sempre angustiado, triste, reflexivo e ao mesmo tempo eufórico, lúdico, irreverente para mesclar todas estas manifestações em momentos contemplativos de introspecção e, através da palavra, contagiar todos aqueles que buscam a reconciliação com a esplêndida mediocridade humana, que é possível fazer deste mundo alguma coisa que ainda valha a pena, enquanto há tempo” (Cony).

Fundação Sorria Home
Fundação Sorria Loja