Início Arte Semana Santa – Tradição e Fé representados nas ladeiras históricas em Ouro...

Semana Santa – Tradição e Fé representados nas ladeiras históricas em Ouro Preto

59

Após os festejos do Carnaval, o período da Quaresma se inicia e com ele os preparativos de belas expressões de cultura e fé dos ouropretanos, nas celebrações da Semana Santa. Em 2019, a organização das celebrações é responsabilidade da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição. Antecedendo as cerimônias da Semana Maior são realizadas celebrações em ofícios, procissões e orações para a preparação dos fiéis devotos.

Entre os dias 06 a 12 de abril, o Setenário das Dores, ritual litúrgico celebrado em latim na Capela de Nossa Senhora das Dores é realizado, relembrando as Sete Dores de Maria.

Ao final, segue a procissão que leva a imagem da Senhora da Dores até a Igreja de Nossa Senhora das Mercês e Misericórdia (Mercês de Cima), terminando com o canto do “Inflamatus”, aguardando o Domingo de Ramos para o tradicional “Encontro”, com a imagem do Senhor dos Passos na Praça Tiradentes.

No dia 13, sábado, é realizada a procissão do Depósito de Nosso Senhor dos Passos que sairá da Basílica do Pilar  até a igreja de Nossa Senhora das Mercês e Perdões (Mercês de baixo),terminando com o canto “Popule Meus”.

A liturgia do domingo apresenta, uma dualidade dramática: o mesmo povo que aclama Jesus com gritos de “Hosana”e ramos de oliveira, em sua chegada a Jerusalém, pela manhã; pede a sua morte, gritando “Crucifica-O! crucifica-O!” à tarde.

Um dos momentos mais comoventes das para-liturgias da Semana Santa é a memória do encontro de Jesus com Maria no caminho do Calvário. Embora não seja descrito literalmente nos Evangelhos, esse acontecimento fica implícito nas entrelinhas, uma vez que é fato que a Virgem estava de pé, diante da Cruz do Senhor no Calvário.

Na tarde do Domingo de Ramos e da Paixão, duas procissões distintas partem para convergir na Praça Tiradentes, centro histórico de Ouro Preto.
Ali os fiéis ouvem o “Sermão do Encontro”e depois continuam em procissão pelas ruas centenárias, percorrendo os“Passos da Paixão”, pequenas ermidas,representando os momento principais da Paixão de Cristo.

Ali se depõe o Santo Lenho, fragmento mínimo da Vera Cruz, e ouvem-se os “Motetos de Passos”, que são trechos curtos da Escritura alusivos à Paixão, cantados em latim. Completam esse cenário barroco os acordes das bandas de música, as nuvens de incenso e os plangentes dobres dos sinos, à medida que a Procissão vai passando diante de cada igreja.

Foto: Ane Souz/PMOP
Prefeitura de Ouro Preto

Semana Santa em Ouro Preto|2018